Voltar

HISTÓRICO - PORTO ALEGRE

A primeira tentativa dos jesuítas espanhóis de estabelecerem missões na margem oriental do rio Uruguai ocorreu em 1627, ano em que foram expulsos da região pelos portugueses. Como forma de contrabalançar a presença espanhola no Prata, os portugueses fundaram, em 1680, a Colônia de Sacramento, estrategicamente situada na margem oposta à cidade de Buenos Aires. Como resposta imediata à fundação de Sacramento, os jesuítas espanhóis estabeleceram novos povoados na região, os chamados Sete Povos das Missões Orientais. Em 1737, os portugueses deram início à colonização das terras próximas às Missões jesuíticas, o que estimulou, em 1740, a fundação de um vilarejo com funções defensivas e portuárias batizado com o nome de Porto de Viamão (também conhecido como Porto dos Dornelles). Com a chegada dos casais açorianos, na primeira leva de imigrantes, o vilarejo passou a chamar-se Porto dos Casais. Em 1772, com o crescimento da vila, o local tornou-se município e ganhou o nome de Nossa Senhora da Madre de Deus de Porto Alegre, tornando-se sede do governo provincial. Foco de constantes disputas entre portugueses e espanhóis, a região foi incorporada ao Brasil em 1801 e, em 1807, foi elevada à condição de capitania.
A partir de 1824, chegaram levas de imigrantes alemães e italianos que instalaram pequenas propriedades rurais na região de Porto Alegre. A economia gaúcha, até então inteiramente assentada no latifúndio (estâncias) e na criação de gado de corte para produção de charque, ganhou maior diversificação com a vinda dos imigrantes europeus. A produção passou a abastacer todo o Estado e foi exportada para as regiões vizinhas. No século XIX, o Rio Grande do Sul viveu diversos períodos revolucionários, como a Guerra dos Farrapos (ou a Farroupilha), das lutas na fronteira do Brasil e da Guerra do Paraguai. Em 1928, Getúlio Vargas assumiu o governo estadual no Rio Grande do Sul, tornando-se Presidente da República após a Revolução de 1930.


Cidade Sorriso

Atualmente, a cidade de Porto Alegre apresenta-se como cidade cosmopolita, sem perder o charme de província. A cidade oferece uma ampla gama de opções culturais, gastronômicas, de serviços, de compras, caracterizadas sempre pela beleza de sua arquitetura e pelo alto índice de qualidade de vida de seus habitantes. Nessa fase de integração regional, Porto Alegre assume aspectos estratégicos importantes, por situar-se no ponto equidistante entre o eixo Rio de Janeiro/São Paulo
e as capitais platinas de Buenos Aires e Montevidéu.

Copyright - Todos os Direitos Reservados