Voltar

HISTÓRICO - MON'T SERRAT

Um dos bairros mais jovens de Porto Alegre, seu início dá-se por volta de 1910. É neste ano que ergue-se a Igreja de Nossa Senhora da Auxiliadora, ao lado da que hoje habita a rua 24 de outubro, que torna-se o ponto referencial para a formação e desenvolvimento do local, bem como do seu vizinho, o Auxiliadora. Mas é só em 1913 que uma empresa, a Cia. Predial e Agrícola, começa a lotear as terras localizadas á rua Dr. Freire Alemão.

Nesta época, já se espalhavam alguns aventureiros que decidiram por lá morar. Era pelos valões da antiga rua Álvaro Chaves, atualmente, Arthur Rocha. Mas a rua mas antiga das redondezas era a Moinhos de Vento. Cruzava os bairros Independência, Moinhos de Vento, Auxiliadora e costeava o Mont Serrat, hoje conhecida como rua 24 de outubro.

Mesmo a Igreja sendo sua referencia central, o bairro mantinha o status de
“ zona temível “(1).
Era assim por abrigar uma certa malandragem da cidade, a mesma que sitiava o bairro Rio Branco, e lá aprontavam as desordens.

Há duas versões distintas para a origem do nome, um tanto quanto exótico para a cidade. A primeira versão “ é referência à famosa montanha da Catalunha, nas proximidades de Barcelona, sede do Mosteiro de Beneditinos onde se venera Nossa Senhora de Mont’Serrat. “ (2)

Já na segunda versão, o tema é brasileiro mesmo e parece dever-se ao “ cerro que existe na cidade de Santos, em São Paulo...Provavelmente, quem batizou o nosso Mont Serrat, naquela época, está claro, deve ter encontrado alguma semelhança entre o monte santista e a colina do além Moinhos de Vento.” (2)

Diferente dos tipos que o habitavam naqueles tempos, hoje o bairro é moderno, agradável, de bons ares e belas vistas. Seu comércio, como a empresa imobiliária, vem crescendo, e transformando o bairro num dos mais valorizados da cidade.

1 Franco, Sérgio da Costa. Porto Alegre: Guia Histórico. p. 286.
2 Sanhudo, Ary Veiga. Crônicas da minha cidade. p. 112.

Historiadora Renata Ferreira Rios.

Copyright - Todos os Direitos Reservados