Voltar

DEMÉTRIO RIBEIRO

A atual Rua Demétrio Ribeiro foi aberta em 1810, por iniciativa de três moradores da várzea que se localizava entre a Rua do Arvoredo (Fernando Machado) e a Rua do Riacho (Washington Luís). Apesar de inicialmente ter tido outra denominação, acabou conhecida como Rua da Varzinha.

A pequena Várzea era constituída por fundos de quintais das ruas do Arvoredo e do Riacho e por algumas chácaras e terrenos. Alguns dos proprietários de tais lotes ofereceram forte resistência à desapropriação exigida para a abertura da nova via. Tanto que o trecho entre as atuais ruas General Auto e General Portinho só teve o tráfego liberado no final da década de 1850, após inúmeras demandas judiciais.

De acordo com Antônio Pereira Coruja, o primeiro cronista de Porto Alegre, as dificuldades e a demora no prolongamento da rua deveram-se, em boa parte, à intransigência e à má-vontade de João Marcos dos Santos Bittencourt, mais conhecido pelo apelido de “Mil Onças”. Figura folclórica da cidade, Bittencourt era dono de um terreno e inviabilizou o quanto pôde o processo de desapropriação.

Em 1885, após a visita da Princesa Isabel, e em honra à sua memória, a Rua da Varzinha passou a chamar-se Rua Dona Isabel. Tal denominação, no entanto, não durou muito tempo. Na noite de 15 para 16 de novembro de 1889, no contexto da Proclamação da República, fiscais informaram à Câmara de Vereadores que a placa com o nome de D. Isabel havia sido arrancada por populares. No seu lugar, um papelão passava a indicar o novo nome da rua: o do jovem propagandista republicano Demétrio Ribeiro.

Conheça um pouco da história da Duque de Caxias e da Fernando Machado